O Guia Emocional das Cores e a Sua Relação com o Marketing

O Guia Emocional das Cores e a Sua Relação com o Marketing

Li recentemente o artigo Por que o Facebook é azul? no Portal Administradores e usei algumas informações dele como inspiração pra falar um pouco sobre usabilidade e sobre o mistério que envolve as cores dos botões de Call to Action.

Bom, você já se perguntou alguma vez por que o Facebook é azul? Já se questionou também por que algumas empresas usam o botão laranja no seu site ao invés do verde?

Para abordar este tema tão interessante que é a psicologia das cores, dê uma olhada neste infográfico bem bacana sobre o Guia Emocional das Cores:

guia-emocional-cores

 

A poesia pode fazer as pessoas se apaixonarem e uma imagem chocante pode enfurecer as pessoas.

Mas uma das formas menos conhecidas, mas não menos poderosas, de invocar a emoção é através da cor.

Embora a teoria das cores seja ampla, conheça os fundamentos de 12 cores principais e como elas afetam você emocionalmente (mesmo que você não saiba).

1. Vermelho

Apaixonado, agressivo, importante

Como uma cor dominante, o vermelho acrescenta gravidade e maior consciência – literalmente, já que a cor aumenta a circulação sanguínea, as taxas respiratórias e o metabolismo.

O vermelho pode assumir uma variedade de significados, associados tanto ao amor quanto à guerra, mas o fator unificador é um senso de importância. Pense no tapete vermelho.

Tons mais claros enfatizam os aspectos energéticos do vermelho – incluindo a juventude – enquanto os tons mais escuros enfatizam o poder e até a durabilidade, como uma parede de tijolos.

2. Laranja

Brincalhão, energético, barato

Compartilhando os aspectos energizantes do vermelho, mas em um grau mais seguro, o laranja é uma boa maneira de adicionar excitação a um local sem gravidade.

É geralmente brincalhão, e alguns afirmam que cria pressa e o impulso. Pode até significar saúde, sugerindo vitalidade e vibração.

3. Amarelo

Feliz, amigável, alerta

Amarelo é uma cor estranha: é frequentemente associada à felicidade, mas também ativa o centro de ansiedade do cérebro.

Como o vermelho e o laranja, ele é capaz de estimular e revitalizar – é a cor dos sinais de alerta e dos táxis -, no entanto, use o amarelo claro com moderação por causa das possíveis conotações negativas.

Tons mais claros reproduzem os aspectos de felicidade, lembrando os usuários do verão e do sol.

Tons mais escuros, incluindo dourado, adicionam mais peso e dão uma sensação de antiguidade.

4. Verde

Natural, estável e próspero

O verde representa principalmente o ambiente e o ar livre, por razões óbvias, tornando a escolha clara para sugerir a natureza e uma qualidade orgânica.

Como ponte entre as cores estimulantes, quentes (vermelho, laranja, amarelo) e calmantes, cores frias (azul, púrpura), é a mais equilibrada das cores, conferindo-lhe um ar de estabilidade.

É também uma escolha popular como destaque, mas mais suavemente do que as cores mais quentes.

Na cultura ocidental, isso também representa dinheiro e segurança financeira.

5. Azul

Sereno, confiável, convidativo

Azul é uma das cores mais populares em web design – e por boas razões. Você vê o azul em muitos sites porque, para simplificar, é a cor da confiança.

O azul é a cor da calma e da serenidade e, como tal, inspira segurança e sensação de segurança.

Por esta razão, o azul é uma cor frequentemente usada pelos bancos, por exemplo.

No entanto, os efeitos calmantes também fazem do azul uma cor amigável e convidativa, o que explica sua adoção pelo Facebook e pelo Twitter.

Como se isso não fosse motivo suficiente para usá-lo, o azul também é incrivelmente versátil; sua vibração tem efeitos mais drásticos do que outras cores.

O azul claro é a cor da água e do céu, por isso geralmente tem uma sensação refrescante e livre – até mesmo energizante se for suficientemente brilhante, mas ainda assim mantendo a calma e a confiança.

6. Roxo

Luxuoso, misterioso, romântico

Há muito associada à realeza, a cor púrpura cria um ar de luxo e até de decadência.

Usar um roxo predominantemente é uma maneira rápida de criar um senso de elegância ou apelo sofisticado, mesmo que seu produto tenha orçamento limitado (um efeito “caro” que é exatamente o oposto do laranja).

Tons mais claros de roxo – especialmente lavanda – lembram a primavera e o romance. Tons mais escuros adicionam mais mistério e podem até simbolizar a criatividade.

Escurecer a sombra também tornará os elementos românticos mais sensuais.

7. Rosa

Feminino, jovem, inocente

Rosa é uma cor que não funciona em muitos aspectos, mas funciona perfeitamente com o público certo.

Como a maioria das pessoas interpreta o rosa como feminino, a cor é popular para segmentar usuários do sexo feminino.

No entanto, não exagere na conexão entre feminilidade rosa, ou então você está andando em uma linha tênue entre apelar para os usuários e favorecer os estereótipos de gênero.

Suas ligações com a infância e com doces trazem à rosa um apelo doce, às vezes inocente.

É também tradicionalmente usado com temas amorosos e românticos, ao lado de vermelho e roxo claro.

8. Marrom

Terroso, resistente, rústico

Embora não seja uma escolha popular, o marrom pode, sob as circunstâncias certas, ser eficaz, no entanto.

Como a cor é associada à terra e às árvores, o marrom pode adicionar uma sensação de ar livre, maximizada quando combinada com o verde.

9. Preto

Poderoso, sofisticado, nervoso

Como a mais forte de todas as cores, o preto geralmente é usado com moderação – como para texto – mas funciona bem como um elemento de cor principal (como para fundos).

Muito parecido com roxo, o preto adiciona um ar de sofisticação e elegância e também mistério, embora com muito mais ousadia e confiança.

10. Branco

Limpo, virtuoso, saudável

Literalmente o oposto do preto, o branco combina bem com qualquer coisa, tornando-o ideal como uma cor secundária.

Em uma função de suporte, o branco extrai os elementos de cores mais estimulantes e pode até mesmo guiar a atenção do usuário se você souber como usá-lo.

Como cor primária, no entanto, o branco dá uma impressão que é ao mesmo tempo limpa e casta. Sua associação com a pureza pode parecer virtuosa, mas também estéril e fria.

11. Cinza

Neutro, formal, sombrio

Como o intermediário entre preto e branco, cinza exala neutralidade, ou falta de qualquer sensação particular. No entanto, nas mãos de um especialista, essa posição intermediária pode ser uma ferramenta poderosa.

Variando a vibração, o cinza pode assumir as propriedades de preto ou branco – chamando ou repelindo a atenção – para graus específicos.

Isso significa que se o preto é muito poderoso para o seu design, tente cinza escuro. Se o branco estiver muito sem graça, tente usar cinza claro.

Por si só, no entanto, o cinza é rico em características individuais. É a cor da formalidade, por isso, os que buscam aparência tradicional ou profissional tendem a se favorecer.

Ele também pode dar uma vibe deprimente, como é a cor dos dias sombrios e chuvosos. Quando usado predominantemente, pode ser um pouco subjugado, para melhor ou para pior.

12. Bege

Acentua as cores ao redor

O bege pode não ser uma cor primária, mas vale a pena mencionar por causa de seus efeitos acentuados: ele assume as características das cores ao seu redor.

Embora seja monótono, seus efeitos de aprimoramento o tornam uma opção poderosa como plano de fundo ou cor secundária.

Análise das cores nos Botões de Call-to-Action

call-to-action-cores

 

O caso Performable

Agora vamos falar do teste do botão. A empresa Performable (adquirida pela HubSpot) quis saber se apenas mudar a cor de um botão faria diferença na taxa do conversão do seu site. Eles começaram com a simples hipótese de escolher entre duas cores (verde e vermelho) e tentaram adivinhar o que aconteceria.

  • Para verde a intuição deles foi: verde passa ideia de natural e meio ambiente, é amplamente utilizado nos sinais de trânsito para sugerir “siga” ou o movimento em frente.
  • Para vermelho as conclusões foram: a cor vermelha, por outro lado, comunica excitação, paixão, sangue e atenção. Também é utilizada como sinal de pare. Vermelho também é conhecido por chamar atenção.

Então no Teste A/B entre verde e vermelho a cor campeã certamente foi a verde, por ser mais amigável. Isso foi o que eles acharam; o botão vermelho superou o verde por 21%.

case-performable-hubspot

 

É importante ressaltar que nada foi mudado, além da cor do botão: mais pessoas (21%) clicaram no botão vermelho do que no verde. Todo o resto continuou igual na página (como pode ver acima). Logo, foi a cor que fez a diferença.

Não se deixe influenciar pelos seus gostos pessoais, e sim por resultados comprovados

Não quero dizer que usar a cor vermelha nos botões de Call to Action do seu site trará mais resultados. Não existe verdade absoluta, tudo deve ser testado. A estratégia que não funcionou na sua empresa pode funcionar em outras; e vice versa. O mesmo vale para as estratégias de marketing. Pense nisso!

E sobre o Teste A/B, leve em consideração pois pode ser bastante útil.

Então teste sempre, desconfie de tudo, seja curioso e teste sempre.

Sucesso!

Deixe seu comentário