Marketing Viral: Como Fazer Seu Conteúdo Bombar nas Redes Sociais

Marketing Viral: Como Fazer Seu Conteúdo Bombar nas Redes Sociais

Antes mesmo da internet, algumas agências de publicidade já criavam campanhas inesquecíveis. Essas propagandas tinham o dom de fascinar as pessoas, levando-as a repassar a mensagem para amigos, familiares etc. Essa situação ilustra bem o conceito de marketing viral, quando um conteúdo alcança um número incalculável de pessoas.

Na era da informação e com uma internet cada vez mais robusta, parece não haver barreiras para a viralização de diversos conteúdos. Como você deve imaginar, as redes sociais cumprem um papel ainda mais relevante em relação a esse poderoso processo de divulgação.

Mas como utilizar o marketing viral nas redes sociais de uma maneira efetiva? Continue a leitura e descubra algumas dicas infalíveis nas próximas linhas!

Como fazer marketing viral nas redes sociais?

Como tudo na vida, existem as melhores e as piores maneiras de fazer com que um conteúdo viralize nas redes sociais. Por isso, nós vamos apresentar o que se deve e não fazer. Confira!

Foque os clientes ideias do seu negócio

Tudo bem que um produto ou serviço pode alcançar grupos distintos de pessoas. Porém, a não definição de um público-alvo específico pode anular todos os esforços associados ao marketing. De fato, ignorar o perfil do cliente ideal é um erro bem frequente. Lembre-se: antes de pensar em viralizar um conteúdo é preciso definir um conjunto seleto de pessoas.

O conteúdo desejado será viralizado a partir dos clientes ideais, pois são eles que darão aquele primeiro impulso. Daí a importância de focar pessoas que possuam uma ligação mais próxima com aquele conteúdo. Você deve, então, compreender o funcionamento da mente dessas pessoas. A partir daí, ficará mais fácil determinar o tema, formatação, linguagem e o modo de abordagem.

O viral precisa conter um catalisador, algo capaz de despertar uma ligação emocional com o público desejado. Como as pessoas são movidas por sentimentos, o conteúdo precisa gerar algum impacto a partir de algo que:

  • seja agradável;
  • cause uma profunda reflexão;
  • seja divertido;
  • seja útil.

Esses são apenas alguns exemplos de elementos que podem funcionar como verdadeiros “gatilhos” na mente de quem se deparar com o conteúdo viral.

Utilize as redes sociais a favor do conteúdo a ser viralizado

Quando se fala na utilização de canais de massa, o assunto é o universo das redes sociais. Quanto mais intuitiva ela for, melhore será para a proliferação da mensagem transmitida pelo conteúdo viral.

Um bom exemplo de canal de massa é o YouTube. Extremamente intuitivo, essa rede social apresenta botões de compartilhamento bem práticos. Do YouTube para outras redes, como o Twitter e o Facebook, basta um clique. Você já pretende produzir um marketing viral nas redes sociais. O segredo é encurtar a distância entre elas na hora de divulgar o conteúdo a ser viralizado.

Como não fazer marketing viral?

Depois das dicas sobre o que você deve fazer, observe os erros mais comuns associados a esse tipo de marketing. Os equívocos apresentados a seguir comprometem a campanha e desperdiçam todo o tempo empregado nela.

Focar temas complexos

Se o objetivo de um conteúdo viral é cativar, certamente a abordagem de temas polêmicos não ajuda nesse sentido. Portanto, evite explorar uma temática religiosa ou política nesse tipo de conteúdo. Pode até ser que ele agrade a algumas pessoas, mas pode causar um mal-estar generalizado.

Depois das dicas sobre o que você deve fazer, observe os erros mais comuns associados a esse tipo de marketing. Os equívocos apresentados a seguir comprometem a campanha e desperdiçam todo o tempo empregado nela.

Os debates oriundos desse tipo de publicidade podem se tornar muito negativos em um médio ou longo prazo. Não vale a pena apostar em algo que simplesmente cause discórdia. Uma estratégia de marketing viral inteligente deve encontrar outras formas de chamar a atenção do público.

Deixar a publicidade explícita

Por mais que exista uma ou mais empresas envolvidas na construção de um conteúdo viral, a publicidade de uma marca deve passar despercebida. Uma boa dica nesse ponto se refere àquela velha máxima: “venda sentimentos, e não produtos”.

Jamais cometa o erro de criar um viral pensando na divulgação de um produto ou serviço. O mais recomendável é se aproveitar das redes sociais para estabelecer uma conexão com as pessoas. Acredite, elas estão nesses espaços para interagir, e não para realizar compras.

Como você pode notar, o marketing viral é uma estratégia poderosa de atração de pessoas. Se bem conduzido, ele estabelece e fortalece laços entre uma marca e seu público-alvo. Ao seguir essas dicas, você certamente estará bem mais próximo de viralizar um conteúdo e transformá-lo em referência na web!

E quais os melhores virais na sua opinião? Conta pra gente aqui embaixo nos comentários.

Deixe seu comentário